CoBoGó

Hoje vamos contar um pouco sobre o brasileirinho cobogó.

O cobogó foi criado na década de 20 em Pernambuco e seu nome engraçado vem dos seus criadores, Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de is. Mas foi apenas na década de 50 que o material se popularizou, sendo muito encontrado em Brasilia e no Nordeste.

O cobogó é um elemento vazado, utilizado na vedação de paredes. Suas grandes vantagens são: a passagem de ar, ajudando na circulação do mesmo, o bloqueio de partes dos raios solares e ainda sim manter a privacidade do interior do ambiente.

A principio o cobogó era um material fabricado apenas em cimento, hoje encontramos peças feita de cerâmica, vidro, madeira, gesso e até mesmo de mármore.

Com a utilização do cobogó conseguimos resultados estéticos belíssimos, tanto para arquitetura (em fachadas e muros, etc), como em interiores.

A seguir, alguns exemplos de uso:

Curiosidade: sua origem vem dos muxarabis: elementos tradicionais árabes, que consistem em treliças de madeira aplicadas geralmente em janelas, para garantir a privacidade das mulheres, concedendo a visão do exterior, mas não o contrário. 

Usem e abusem do cobogó para ambientes mais iluminados e arejados, sem deixar a área devassada. 😉
Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *